Redes Colaborativas Brasileiras em Qualidade de Vida: Análise Cientométrica das publicações de 2000 a 2011
PDF

Palavras-chave

Qualidade de vida
Cientometria
Redes Colaborativas Quality of life
Scientometry
Collaborative Networks

Resumo

O presente estudo tem por objetivo identificar as redes em trabalhos científicos com escopo na área de qualidade de vida (QV) publicados em periódicos indexados na base de dados Scielo Brasil no período de 2000 a 2011. Foi utilizado o unitermo “qualidade de vida”, “qualidade de vida relacionada à saúde” e “qualidade de vida no trabalho” (QVT). O número de autores totalizou 2.529. Estes pesquisadores estão afiliados a 328 instituições distintas, das quais a maioria são Instituições de Ensino Superior (IES), hospitais, centros de pesquisa, clínicas ou instituições parceiras ao setor de pós-graduação, pesquisa e extensão. No período, totalizou-se 3.192 publicações em QV em 100 periódicos distintos, sendo que dos 3.192 artigos, 3.152 foram indexados com o unitermo “qualidade de vida”, 21 foram indexados com o unitermo “qualidade de vida relacionada à saúde” e 19 foram indexados com o unitermo “qualidade de vida no trabalho”. Conclui-se que os temas QV e QVT passaram a ser estudados por inúmeras áreas do conhecimento, pois inicialmente eram objeto de análise principalmente da sociologia e administração.

https://doi.org/10.51909/recis.v2i1.97
PDF
Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Revista de Ensino, Ciência e Inovação em Saúde