Perfil dos Pacientes Vítimas de Trauma Torácico Submetidos à Drenagem de Tórax de um Hospital Universitário

Resumo

Introdução. O trauma em tórax é uma importante causa de morte evitável, acometendo principalmente os jovens do sexo masculino de 20 a 30 anos. Objetivo. Traçar o perfil dos pacientes vítimas de traumatismo torácico submetidos à drenagem de tórax. Material e Métodos. Um estudo observacional, com abordagem quantitativa e exploratória, apresentação descritiva e caráter documental e retrospectivo, através do acesso autorizado ao software AGHU e da coleta de dados dos prontuários destes pacientes. Os dados foram processados e analisados utilizando os programas Statistical Package for the Social Sciences – SPSS (SPSS Inc., Chicago, IL, EUA, Release 16.0.2, 2008). Após consolidação e validação dos dados inseridos foi utilizada a estatística descritiva. Resultados.  Fizeram parte do estudo 92 pacientes, sendo 82 homens (89,13%) e 10 mulheres (10,86%), a maioria entre 21 e 40,8 anos. Os ferimentos por arma branca (56,5%) e o tipo de lesão hemopneumotórax (42,4%) foram mais frequentes. As lesões ocorreram mais no hemitórax esquerdo (56,5%) e o tempo de drenagem torácica foi entre três e sete dias.   Conclusão. O perfil das vítimas de trauma torácico submetidos à drenagem de tórax foi formado por adultos jovens predominantemente do gênero masculino. Com lesão decorrente de perfuração de arma branca, apresentando hemopneumotórax, sendo o hemitórax esquerdo mais acometido, resultando em um tempo médio de quatro dias com dreno de tórax.  Estas informações podem contribuir para o aperfeiçoamento das condutas de tratamento destes pacientes no setor e em todo o hospital, com o foco em diminuir ao máximo o tempo de internamento.

https://doi.org/10.51909/recis.v2i1.78
PDF
Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Revista de Ensino, Ciência e Inovação em Saúde