A Distribuição Geográfica dos casos da COVID-19 no Município de Petrolina, Pernambuco, Brasil
PDF

Palavras-chave

Coronavirus.
Infecções por coronavirus.
Epidemiologia.
Delimitação das Áreas de Risco. Coronavirus.
Coronavirus Infection.
Epidemiology.
Risk Areas Delimitation.

Resumo

A COVID-19 tem se mostrado uma doença amplamente difundida, tendo, assim, alcançado a escala de pandemia mundial. Sua distribuição se deu de forma não uniforme e foi modulada por diversos fatores. Em Petrolina - PE, tem-se observado a propagação do vírus desde o final do mês de março de 2020 com evolução crescente. O objetivo deste trabalho é observar como se deu a distribuição geográfica dos casos confirmados da COVID-19 em Petrolina – no período de 23 de março a 18 de julho de 2020. A análise foi feita a partir do monitoramento das informações sobre os casos confirmados na região, publicadas pela secretaria da saúde do município de Petrolina e, os dados sobre o estado e o país, divulgados pelo Ministério da Saúde. Observamos que este vírus foi introduzido na região por pessoas que chegaram de viagem do exterior no mês de março, nas regiões centrais de Petrolina, seguida de uma gradual crescente de casos confirmados da doença, espalhando-se para os bairros mais populosos. Com isso, vimos que a propagação é mais rápida em áreas populosas e com poucas medidas de precaução. Inúmeros desafios precisam ser superados frente ao novo coronavírus. Até o momento, sabe-se que o distanciamento social e equipamentos de proteção individual mitigam a disseminação do vírus. Entretanto, ainda é um desafio para muitas culturas e, sobretudo, para os governantes que devem se basear na ciência para tomar as medidas protetivas mais eficazes, além de conscientizar a população.

https://doi.org/10.51909/recis.v1i1.66
PDF

Referências

OPAS/OMS | Organização Pan-Americana da Saúde. Folha informativa COVID-19 - Escritório da OPAS e da OMS no Brasil [Internet]. 2020. [Local desconhecido] [atualizado 2020 out 09; citado 2020 set 28]. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19.

2.Werneck GL, Carvalho MS. A pandemia de COVID-19 no Brasil: Crônica de uma crise sanitária anunciada [Internet]. Vol. 36, Cadernos de Saúde Pública. Fundação Oswaldo Cruz; 2020 [citado 2020 set 28]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2020000500101&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. doi: /10.1590/0102-311x00068820.

3.Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Infecção Humana pelo Novo Coronavírus (2019-nCoV). Brasília: Ministério da Saúde; 2020.

4.Brasil. Ministério da Saúde.Portaria n° 188, de fevereiro de 2020. Declara Emergência em Saúde Pública de importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV). [Internet]. Diário Oficial da União, Brasília (DF) 2020 fev 04 [citado 2020 set 10]; Seção 1:1. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-188-de-3-de-fevereiro-de-2020-241408388.

5.Nobre AFS, Sousa RCM, Santos MC dos, et al. Primeira detecção de coronavírus humano associado à infecção respiratória aguda na Região Norte do Brasil. Rev Pan-Amazônica Saúde.[Internet] 2014 jun [citado 2020 set 02]; 5(2):37–41. Disponível em: http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232014000200005. doi: 10.5123/s2176-62232014000200005.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim epidemiológico especial - Doença pelo coronavírus COVID-19. Brasília: Ministério da Saúde; 2020.

Jornal Cruzeiro do Sul. Doenças respiratórias de outono preocupam mais com pandemia. [Internet]. 2020. Sorocaba: Jornal Cruzeiro do Sul; 2020 [atualizado 2020 abr 14; citado 2020 set 01]. Disponível em: https://www.jornalcruzeiro.com.br/sorocaba/doencas-respiratorias-de-outono-preocupam-mais-com-pandemia/.

PEBMED. Covid-19: a contínua importância de detectar os assintomáticos. [Internet]. 2020. [Local desconhecido]: PEBMED; [atualizado 2020 jul 21; citado 2020 out 11]. Disponível em: https://pebmed.com.br/covid-19-a-continua-importancia-de-detectar-os-assintomaticos/.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pernambuco | Petrolina | Panorama [Internet]. [Local desconhecido]: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística; [data desconhecida] [citado 2020 set 28]. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pe/petrolina/panorama.

Prefeitura Municipal de Petrolina. Coronavírus Boletins Diários [Internet] [Petrolina]: Prefeitura Municipal de Petrolina; [data desconhecida] [citado 2020 set 15]. Disponível em: https://petrolina.pe.gov.br/coronavirus/coronavirus-boletins-diarios/.

Marco Zero. Profissionais de saúde já falam em colapso da rede de atendimento às vítimas da COVID-19 em Pernambuco [Internet] [Local desconhecido]: Marco Zero; [atualizado 2020 abr 30; citado 2020 out 10]. Disponível em: https://marcozero.org/profissionais-da-saude-ja-falam-em-colapso-da-rede-de-atendimento-as-vitimas-da-covid-19-em-pernambuco/.

12.Pernambuco. Poder executivo. Decreto do Executivo n° 48 834/2020. Define no âmbito socioeconômico medidas restritivas temporárias adicionais para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus. [Internet] Diário Oficial do Estado, Recife (PE), 2020 mar 20 [citado 2020 set 10]; Seção 2:1. Disponível em: https://legis.alepe.pe.gov.br/dadosReferenciais.aspx?id=49494.

13.Prefeitura Municipal de Petrolina. Prefeitura decreta novo isolamento social a partir da próxima segunda-feira [Internet]. [Petrolina]: Prefeitura Municipal de Petrolina; [data desconhecida] [citado 2020 set 15]. Disponível em: https://petrolina.pe.gov.br/prefeitura-decreta-novo-isolamento-social-a-partir-da-proxima-segunda-feira/.

14.Prefeitura Municipal de Petrolina. Hospital de campanha completa um mês com 31 pacientes atendidos [Internet].[Petrolina]: Prefeitura Municipal de Petrolina; [data desconhecida] [citado 2020 set 15]. Disponível em: : https://petrolina.pe.gov.br/hospital-de-campanha-completa-um-mes-com-31-pacientes-atendidos/.

15.EBSERH. Ebserh estrutura e amplia assistência de alta complexidade em Covid-19 [Internet]. 2020. [Local desconhecido]: EBSERH; 2020 [atualizado 2020 ago 11; citado 2020 set 28]. Disponível em: http://www2.ebserh.gov.br/web/hu-univasf/noticias/-/asset_publisher/JYdUOrTtibKl/content/id/5544853.

16.Liu J, Huang J, Xiang D. Large SARS-CoV-2 outbreak caused by asymptomatic traveler, China. Emerg Infect Dis [Internet]. 2020 set [citado 2020 sep 28];26(9):2260–3. Disponível em: https://wwwnc.cdc.gov/eid/article/26/9/20-1798_article. doi: 10.1056/NEJMoa2001017.

17.Cremepe. A fase de fadiga da quarentena [Internet]. 2020. [Local desconhecido]: Cremepe; atualizado 2020 jun 29; citado 2020 set 28]. Disponível em: http://www.cremepe.org.br/2020/06/29/a-fase-de-fadiga-da-quarentena/.

Prefeitura Municipal de Petrolina. Ouvidoria registra quase 6 mil denúncias de descumprimento de medidas restritivas [Internet]. [Petrolina]: Prefeitura Municipal de Petrolina; [data desconhecida] [citado 2020 set 18]. Disponível em: https://petrolina.pe.gov.br/ouvidoria-registra-quase-6-mil-denuncias-de-descumprimento-de-medidas-restritivas/.

de Souza WM, Buss LF, Candido D da S, et al. Epidemiological and clinical characteristics of the COVID-19 epidemic in Brazil. Nat Hum Behav [Internet]. 2020 ago [citado 2020 set 28]; 4(8):856–65. Disponível em: https://www.nature.com/articles/s41562-020-0928-4. doi: 10.1038/s41562-020-0928-4.

20.Freitas ARR, Napimoga M, Donalisio MR. Análise da gravidade da pandemia de Covid-19. Epidemiol e Serviços Saúde [Internet]. 2020 abr [citado 2020 set 28]; 29(2):e2020119. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-96222020000200900&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. doi: 10.5123/s1679-49742020000200008.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 Revista de Ensino, Ciência e Inovação em Saúde